Just another WordPress.com site

1. Boca

A boca é a abertura anterior do tubo digestório onde se localizam os dentes, a língua e as glândulas salivares. Os dentes são os órgãos responsáveis pela digestão mecânica dos alimentos, através da mastigação, são brancos e de consistência dura por serem de natureza calcária. A boca de um ser humano adulto possui 32 sendo 16 na maxila e 16 na mandíbula apresentando cada um deles: 4 incisivos, 2 caninos, 4 pré-molares, 6 molares.

 

A língua é o órgão muscular relacionado ao sentido do paladar que fica localizado na parte ventral da boca e serve para “processar” os alimentos. Participa na formação dos fonemas da fala e é o único músculo voluntário do corpo humano que não fadiga. A língua é composta de fibras musculares esqueléticas. Ao contrário do músculo cardíaco ou do músculo liso dos órgãos e do sistema digestivo, o músculo esquelético pode ser controlado. Isso confere mobilidade à língua. Os músculos que passam por todo o órgão prendem-no aos ossos ao redor e criam o assoalho da cavidade oral. A membrana mucosa cobre o músculo esquelético e protege o corpo contra micróbios e patógenos. A língua é um órgão digestivo acessório que, junto com as bochechas, mantém o alimento entre os dentes supe
riores e inferiores até que seja suficientemente mastigado. A língua também é um órgão de sentido períférico, que ajuda a sentir o gosto e responde à pressão, ao calor e à dor. A flexibilidade do órgão permite a fala.

 

 

As glândulas salivares estão ao redor da boca humana e produzem a saliva, cuja função é de transformar o amido em produtos mais simples. Pequenas glândulas salivares são encontradas esparsas na mucosa da cavidade oral. Existem também três pares de glândulas salivares, chamadas de maiores:

* glândulas parótidas
* glândulas submandibulares
* glândulas sublinguais.

 

2. Faringe:

A faringe é porção da anatomia que conecta o nariz e a boca, à laringe e ao esôfago. É um canal comum ao aparelho digestivo e ao aparelho respiratório. De modo geral entre os mamíferos a faringe é ponto de encontro entre estes dois aparelhos que é separada pela epiglote.

 

 

 

 

 

 

 

 

A epiglote é a cartilagem que controla o fluxo de ar ou de alimentos pelo corpo humano. A epiglote funciona como uma espécie de válvula da laringe, que é um órgão compartilhado pelo sistema respiratório e pelo digestivo.
Durante a deglutição, a laringe se eleva, enquanto que a epiglote se abaixa, fechando a entrada da laringe e permitindo a passagem do alimento para o esôfago. Durante a respiração, a epiglote se eleva, mantendo a laringe aberta e permitindo a passagem do ar. Se a epiglote permanece aberta enquanto ocorre a deglutição o alimento segue pelo canal errado caracterizando o engasgo.

3.Esôfago:

O esôfago é o canal que conduz o bolo alimentar até o estomago via movimentos de contração em formato de onda controlados feitos pelo sistema nervoso autônomo denominados de movimentos peristálticos e que tem como objetivo transportar o alimento pelo trato digestório. Os órgãos que realizam os movimentos peristálticos são: esôfago, estômago e intestinos (grosso e delgado).

 

 

 

 

 

 

4. Estômago:

O estômago é responsável pela pré-digestão do bolo alimentar para que seja absorvido pelo intestino. Para que ocorra a comunicação entre os outros órgãos e o estômago existe 2 áreas especificas do estômago: a cárdia(região de transição do esôfago para o estômago) e o piloro(o piloro é uma constrição musculosa na porção terminal do estômago que regula a passagem do quimo semi-digerido deste para a parte inicial do intestino delgado o  duodeno).

Na região central do estômago ocorre a digestão do bolo alimentar pelo suco gástrico que é formado que contem: água, enzimas (tais como o pepsinogênio, produzido pelas células principais), sais inorgânicos, ácido clorídrico e uma quantidade mínima de ácido láctico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5. Intestino delgado:

O intestino delgado é o órgão cuja função é absorver a água e os nutrientes do bolo alimentar para que venham a se transformar no quimo. O intestino delgado é dividido em 3 partes: o duodeno, o jejuno e o íleo. O duodeno é compreendido como a parte inicial do intestino que o liga ao final do estômago e tem como função misturar ao bolo a bile e o suco pancreático para que comece a transformação do quimo em quilo. O jejuno é a parte compreendida entre o duodeno e o íleo, tem cerca de 4,5 metros de extensão e também é responsável por ser o local onde os nutrientes começam a ser absorvidos, para que melhor ocorra a absorção dos nutrientes o intestino possui vilosidades que aumentam a superfície de contato alem disso as vilosidades possuem um sub-divisão que são as microvilosidades que aumentam mais ainda a superfície de contato. O íleo é a porção final do intestino delgado responsável principalmente pela absorção da vitamina B12 e da reabsorção dos sais biliares.

6. Fígado:

O fígado desempenha muitas funções importantes dentro de nosso organismo, como: armazenamento e liberação de glicose, metabolismo dos lipídeos, metabolismo das proteínas, síntese da maioria das proteínas do plasma, processamento de drogas e hormônios, destruição das células sanguíneas desgastadas e bactérias, emulsificação da gordura durante o processo de digestão através da secreção da bile, etc.

Além de todas as funções já citadas no parágrafo anterior, o fígado age também no armazenamento de vitaminas e minerais. Ele armazena algumas vitaminas como: A, B12, D, E e K, além de minerais como o ferro e o cobre.

O fígado participa também da regulação do volume sanguíneo, possui importante ação antitóxica contra substâncias nocivas ao organismo como o álcool, a cafeína, gorduras, etc.

 

 

 

 

 

 

 

7. Pâncreas:

O pâncreas é um órgão-glândula que secreta varias enzimas digestivas na porção inicial do intestino (duodeno), a junção de todas as enzimas pancreáticas formam o suco pancreático que é formado por: água, pelas enzimas: amilase pancreática, lipase pancreática, tripsinogênio, quimiotripsinogênio, enucleases e grandes quantidades de íons bicarbonatos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8. Intestino grosso:

O intestino grosso é o ultimo dos órgãos do sistema digestivo, ele é responsável por toda a reabsorção da água utilizada durante a digestão do bolo alimentar agora já denominado quilo, também é responsável pela absorção de alguns nutrientes, de certas vitaminas além de sais minerais.

O intestino grosso pode ser dividido em 3 porções: o ceco, o cólon e o reto. O ceco é a porção inicial do intestino grosso que o liga ao intestino delgado, também é o onde está localizado o apêndice vermiforme, esse apêndice (descoberto no final de 2009) é responsável por possuir bactérias que atuam em nosso organismo como anticorpos. O cólon é dividido em cólon ascendente, transverso, descendente e sigmóide. É responsável pela absorção da água das fezes, tornando-as consistente. O reto é o canal final do sistema digestivo que o liga ao ânus que faz com que as fezes cheguem ao exterior do organismo. No intestino grosso observa-se conjunto de bactérias que ajudam na digestão de alimentos e controlando (por competição) o crescimento de microrganismos patogênicos.


1. Boca
A boca é a abertura anterior do tubo digestório onde se localizam os dentes, a língua e as glândulas salivares. Os dentes são os órgãos responsáveis pela digestão mecânica dos alimentos, através da mastigação, são brancos e de consistência dura por serem de natureza calcária. A boca de um ser humano adulto possui 32 sendo 16 na maxila e 16 na mandíbula apresentando cada um deles: 4 incisivos, 2 caninos, 4 pré-molares, 6 molares.

A língua é o órgão muscular relacionado ao sentido do paladar que fica localizado na parte ventral da boca e serve para “processar” os alimentos. Participa na formação dos fonemas da fala e é o único músculo voluntário do corpo humano que não fadiga. A língua é composta de fibras musculares esqueléticas. Ao contrário do músculo cardíaco ou do músculo liso dos órgãos e do sistema digestivo, o músculo esquelético pode ser controlado. Isso confere mobilidade à língua. Os músculos que passam por todo o órgão prendem-no aos ossos ao redor e criam o assoalho da cavidade oral. A membrana mucosa cobre o músculo esquelético e protege o corpo contra micróbios e patógenos. A língua é um órgão digestivo acessório que, junto com as bochechas, mantém o alimento entre os dentes superiores e inferiores até que seja suficientemente mastigado. A língua também é um órgão de sentido períférico, que ajuda a sentir o gosto e responde à pressão, ao calor e à dor. A flexibilidade do órgão permite a fala.

As glândulas salivares estão ao redor da boca humana e produzem a saliva, cuja função é de transformar o amido em produtos mais simples. Pequenas glândulas salivares são encontradas esparsas na mucosa da cavidade oral. Existem também três pares de glândulas salivares, chamadas de maiores:

* glândulas parótidas
* glândulas submandibulares
* glândulas sublinguais.

2. Faringe:

A faringe é porção da anatomia que conecta o nariz e a boca, à laringe e ao esôfago. É um canal comum ao aparelho digestivo e ao aparelho respiratório. De modo geral entre os mamíferos a faringe é ponto de encontro entre estes dois aparelhos que é separada pela epiglote.

A epiglote é a cartilagem que controla o fluxo de ar ou de alimentos pelo corpo humano. A epiglote funciona como uma espécie de válvula da laringe, que é um órgão compartilhado pelo sistema respiratório e pelo digestivo.
Durante a deglutição, a laringe se eleva, enquanto que a epiglote se abaixa, fechando a entrada da laringe e permitindo a passagem do alimento para o esôfago. Durante a respiração, a epiglote se eleva, mantendo a laringe aberta e permitindo a passagem do ar. Se a epiglote permanece aberta enquanto ocorre a deglutição o alimento segue pelo canal errado caracterizando o engasgo.

3.Esôfago:

O esôfago é o canal que conduz o bolo alimentar até o estomago via movimentos de contração em formato de onda controlados feitos pelo sistema nervoso autônomo denominados de movimentos peristálticos e que tem como objetivo transportar o alimento pelo trato digestório. Os órgãos que realizam os movimentos peristálticos são: esôfago, estômago e intestinos (grosso e delgado).

4. Estômago:

O estômago é responsável pela pré-digestão do bolo alimentar para que seja absorvido pelo intestino. Para que ocorra a comunicação entre os outros órgãos e o estômago existe 2 áreas especificas do estômago: a cárdia(região de transição do esôfago para o estômago) e o piloro(o piloro é uma constrição musculosa na porção terminal do estômago que regula a passagem do quimo semi-digerido deste para a parte inicial do intestino delgado o  duodeno).

Na região central do estômago ocorre a digestão do bolo alimentar pelo suco gástrico que é formado que contem: água, enzimas (tais como o pepsinogênio, produzido pelas células principais), sais inorgânicos, ácido clorídrico e uma quantidade mínima de ácido láctico.

5. Intestino delgado:


O intestino delgado é o órgão cuja função é absorver a água e os nutrientes do bolo alimentar para que venham a se transformar no quimo. O intestino delgado é dividido em 3 partes: o duodeno, o jejuno e o íleo. O duodeno é compreendido como a parte inicial do intestino que o liga ao final do estômago e tem como função misturar ao bolo a bile e o suco pancreático para que comece a transformação do quimo em quilo. O jejuno é a parte compreendida entre o duodeno e o íleo, tem cerca de 4,5 metros de extensão e também é responsável por ser o local onde os nutrientes começam a ser absorvidos, para que melhor ocorra a absorção dos nutrientes o intestino possui vilosidades que aumentam a superfície de contato alem disso as vilosidades possuem um sub-divisão que são as microvilosidades que aumentam mais ainda a superfície de contato. O íleo é a porção final do intestino delgado responsável principalmente pela absorção da vitamina B12 e da reabsorção dos sais biliares.

6. Fígado:

O fígado desempenha muitas funções importantes dentro de nosso organismo, como: armazenamento e liberação de glicose, metabolismo dos lipídeos, metabolismo das proteínas, síntese da maioria das proteínas do plasma, processamento de drogas e hormônios, destruição das células sanguíneas desgastadas e bactérias, emulsificação da gordura durante o processo de digestão através da secreção da bile, etc.

Além de todas as funções já citadas no parágrafo anterior, o fígado age também no armazenamento de vitaminas e minerais. Ele armazena algumas vitaminas como: A, B12, D, E e K, além de minerais como o ferro e o cobre.

O fígado participa também da regulação do volume sanguíneo, possui importante ação antitóxica contra substâncias nocivas ao organismo como o álcool, a cafeína, gorduras, etc.

7. Pâncreas:

O pâncreas é um órgão-glândula que secreta varias enzimas digestivas na porção inicial do intestino (duodeno), a junção de todas as enzimas pancreáticas formam o suco pancreático que é formado por: água, pelas enzimas: amilase pancreática, lipase pancreática, tripsinogênio, quimiotripsinogênio, enucleases e grandes quantidades de íons bicarbonatos.

8. Intestino grosso:

O intestino grosso é o ultimo dos órgãos do sistema digestivo, ele é responsável por toda a reabsorção da água utilizada durante a digestão do bolo alimentar agora já denominado quilo, também é responsável pela absorção de alguns nutrientes, de certas vitaminas além de sais minerais.

O intestino grosso pode ser dividido em 3 porções: o ceco, o cólon e o reto. O ceco é a porção inicial do intestino grosso que o liga ao intestino delgado, também é o onde está localizado o apêndice vermiforme, esse apêndice (descoberto no final de 2009) é responsável por possuir bactérias que atuam em nosso organismo como anticorpos. O cólon é dividido em cólon ascendente, transverso, descendente e sigmóide. É responsável pela absorção da água das fezes, tornando-as consistente. O reto é o canal final do sistema digestivo que o liga ao ânus que faz com que as fezes cheguem ao exterior do organismo. No intestino grosso observa-se conjunto de bactérias que ajudam na digestão de alimentos e controlando (por competição) o crescimento de microrganismos patogênicos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: